Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Sugestão de Filme



Casa de Areia
(Filme brasileiro de 2005, do gênero drama, dirigido por Andrucha Waddington.)

Sinopse

1910. O português Vasco (Ruy Guerra) leva sua esposa grávida Áurea (Fernanda Torres) e a mãe dela, Dona Maria (Fernanda Montenegro), em busca de um sonho: viver em terras prósperas, recentemente compradas por ele. O sonho se transforma em pesadelo quando, após uma longa e cansativa viagem junto a uma caravana, o trio descobre que as terras estão em um lugar totalmente inóspito, rodeado de areia por todos os lados e sem nenhum indício de civilização por perto. Áurea quer retornar ao lugar de onde vieram, mas Vasco insiste em ficar e constrói uma casa de madeira para que lá possam viver.
Após serem abandonados pelos demais integrantes da caravana, um acidente mata Vasco e deixa Áurea e Dona Maria completamente sozinhas. Elas partem em busca de ajuda e terminam por encontrar Massu (Seu Jorge), um homem que nunca deixou o local. Massu passa a ajudá-las, levando comida e sal para que Áurea e Dona Maria possam sobreviver na casa recém-construída. Apesar da estabilidade, Áurea deseja deixar o local de qualquer maneira mas decide apenas fazer isto quando sua filha nascer e poder deixar o local com ela. Enquanto isso Áurea e Dona Maria precisam lidar também com a instabilidade do local em que vivem, já que a areia pode soterrar a casa em que vivem a qualquer momento.

Elenco principal:

Fernanda Montenegro .... D. Maria / Áurea, de 1942 a 1969 / Maria, em 1969
Fernanda Torres .... Áurea, de 1910 a 1919 / Maria, em 1942
Ruy Guerra ....Vasco de Sá
Seu Jorge .... Massu, de 1910 a 1919
Luiz Melodia .... Massu, em 1942
Enrique Diaz .... Luiz, em 1919
Stênio Garcia .... Luiz, em 1942
Emiliano Queiroz .... Chico do Sal
João Acaiabe .... pai de Massu
Camilla Facundes .... Maria, em 1919
Haroldo Costa .... capataz
Jorge Mautner .... cientista
Nelson Jacobina .... cientista

Principais prêmios:


Festival Sundance de Cinema 2006 (EUA)
Recebeu o Prêmio Alfred P. Sloan.
Indicado ao Grande Prêmio do Júri na categoria de filme do mundo - drama.

Grande Prêmio Cinema Brasil 2006 (Brasil)
Venceu nas categorias de melhor direção de arte, melhor figurino e melhor maquiagem.
Indicado nas categorias de melhor filme, melhor diretor (Andrucha Waddington), melhor atriz (Fernanda Montenegro e Fernanda Torres), melhor ator coadjuvante (Emiliano Queiroz), melhor fotografia, melhor montagem, melhor roteiro original e melhor som).

Camerimage 2006 (Polônia)
Recebeu o Sapo de Bronze na categoria de melhor fotografia.


Excelente filme, trata da esperança e de você acreditar sempre em seus sonhos, por mais que todos descreditem e digam que não vai dar certo, quando realmente se quer algo, de um jeito ou de outro acabamos por conseguir. Desesperar jamais, essa é a mensagem central.
Além de tudo isso, ainda vemos lindas imagens, de um lugar lindo, ao mesmo tempo inóspito e desconhecido. Onde a instabilidade das dunas marca e determina a vida das personagens.
Imperdível pra quem gosta de drama e de cinema brasileiro.

domingo, 14 de setembro de 2008

Lá vem segunda

Domingo normal, almoçar fora, preparar aula, monte de prova pra corrigir, mas dei conta fechei meus pacotes...
Meio estressada por não poder , direito o findi, mas vai lá, ossos do ofício!!!
E lá vem a segunda, de novo, vai começar tudo de novo ngm merece, bem q a semana podia começar na terça e terminar na quinta, né... Tenho saudade do tempo que não tinha tanta preocupação, aproveitem bem o tempo despreocupado de vocês, porque depois quando a gente toma as rédeas da própria vida, é tanta coisa pra pagar, pra resolver, pra fazer, que dá até um desãnimo na gente, kkkkk...
Até amanhã crianças, bjuuu
Poesia do Cara que me ensinou a ser poeta:

Agora uma minha:

Letras
Olha a letra, sozinha nada,

junta, mãos dadas: PALAVRA.

Olha a palavra, sozinha: solitária,

junta: PERÍODO.

Olha o período, sozinho: retalho,

junto: PARÁGRAFO.

Olha o parágrafo, sozinho: trecho,

junto: LIVRO.

Olha o livro, sozinho: ilha,

Nas mãos: VIAGEM.



quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Hoje




Até que o dia foi bom, sem muitos sobressaltos, trabalho e mais trabalho, correção e tale e coisa...
Os meninos colaboraram legal com a aula de revisão, depois de alguns gritos básicos... CALA A BOCA!!!! Mas normal, hj foi bem a coisa!!!
Aproxima-se meu aniversário e eu vou ficando meio Down como todo ano, setembro não é um mês legal pra, já não era, depois de 2001 ficou pior ainda!!!
Não gosto muito de aniversário, do meu em especial, mas tá tudo bem...
E a vida vai seguindo assim...
bjuuuu, molecada....

Mais poesia, mais poesia, Soneto de Augusto do Anjos, esse cara é demais!!! Vocês adolescentes, leiam~, vão amá-lo...

A dor - Augusto dos Anjos

Chama-se a Dor, e quando passa, enluta
E todo mundo que por ela passa
Há de beber a taça da cicuta
E há de beber até o fim da taça!

Há de beber, enxuto o olhar, enxuta
A face, e o travo há de sentir, e a ameaça
Amarga dessa desgraçada fruta
Que é a fruta amargosa da Desgraça!

E quando o mundo todo paralisa
E quando a multidão toda agoniza,
Ela, inda altiva, ela, inda o olhar sereno

De agonizante multidão rodeada,
Derrama em cada boca envenenada
Mais uma gota do fatal veneno!

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Poesia


Deixo pra vocês uma das minhas paixões, poesia, lembrando ainda que dentro em breve vamos fazer um trabalho com poesias, viu, vão então se deliciando, toda semana deixarei por aqui poesias de meus inspiradores, pra começar uma mulher maravilhosa, Cecília Meireles, grande poeta!!!

Volta às aulas



Ontem começou de fato nossas aulas, tivemos uma aula tranqüila, no 8º B, consegui explicar e esclarecer algumas coisas sobre o nosso trabalho sobre Vidas Secas, organizar os grupos e tudo o mais, e ainda rever alguns conceitos...
Já não posso dizer o mesmo do 8º ano A, feio galera, não gostei nem um pouco do comportamento de vocês... Conseguiram destruir um monte de coisas, mas vamos consertar isso direitinho, sei já como fazer isso...
Estamos só começando...
bjins a todos...

segunda-feira, 28 de julho de 2008


Mais uns dias de férias, hoje fiquei muito feliz com a notícia que a semana pedagógica só começa quinta-feira, graças a Deus, mais uns dias pra relaxar....
Mais um pouquinho de férias, que bem poderiam ser um Mês, sonhar não custa nada...
bjuuuu
Embora eu saiba que todos tiraram férias até do Blog, seus danadinhos....

sábado, 26 de julho de 2008

FIM DE FÉRIAS, FIM DE FESTA!!!!

Férias acabando, sábado morno, eu aqui sem nada pra fazer, resolvi passar por aqui e encher esse espaço vazio... Segunda-feira ralar de novo, semana pedagógica... fazer o que né, ossos do ofício, mas um dia chego lá, me liberto, kkkkkkkkkk. Só falta uns 25 anos ou mais pra me aposentar, é nada!!!
Não viajei, por aqui fiquei, fazendo programinhas familiares, mãeeee, foi o que mais ouvi nesses dias, palavra doce de ser ouvida....
Nada mais a declarar, digo a vocês que eu queria mais um mês de férias, mas como não será possível, estou me preparando psicologicamente para reiniciar a batalha... Bjux a todos e estejam preparados para o grande retorno, RAPADURA É DOCE MAS NÃO É MOLE, NÃO!!!!

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Promessa é dívida!!!!

Conforme o prometido em nossa aula, após o filme "Escritores da Liberdade", começo a partir de hoje o meu diário aqui, pra vocês conhecerem um pouquinho mais da minha pessoa!!! bjuuu a todos que por aqui passarem, deixem seus comentários também!
fui